• +55 (34) 9-9996-5097
  • contato@connectgroup.consulting

Acompanhe as novidades no Imposto de Renda 2018.

Acompanhe as novidades no Imposto de Renda 2018.

O prazo para a Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF 2018) já está correndo. Os brasileiros têm até o dia 30 de abril para entregar o seu informe de rendimentos e bens referente ao ano-base de 2017. Como sempre acontece, novidades no Imposto de Renda 2018 estão presentes tanto no preenchimento quanto nas regras. Este imposto incide sobre a renda e os proventos de contribuintes residentes no país ou residentes no exterior que recebam rendimentos de fontes no Brasil.

A expectativa da Receita Federal é que esse ano sejam entregues 28,8 milhões de declarações, cerca de 300 mil a mais do que no ano passado. O contribuinte que não fizer a declaração ou entregá-la fora do prazo fica sujeito ao pagamento de multa de, no mínimo, R$ 165,74. O valor máximo, correspondente a 20% do imposto devido.

A lista de novidades não é tão extensa quanto em outros anos, mas ainda assim há novos itens que merecem a nossa atenção:

  • CPF dos dependentes: A partir de agora, é obrigatório informar o CPF de todos os dependentes que tenham 8 anos de idade ou mais. Até então, essa obrigatoriedade existia apenas para aqueles com idade acima dos 12 anos. Como o ano-base é 2017, a regra vale para aqueles que completaram 8 anos até o dia 31 de dezembro de 2017. Essa medida, segundo o governo, é para dar mais agilidade na restituição do crédito tributário. E fique de olho que, a partir de 2019, a obrigatoriedade da inclusão do CPF será para dependentes de todas as idades.
  • Novos campos na declaração de bens: A partir desse ano, foi criado campos específicos para informações complementares relacionadas a alguns tipos de bens. 

Por exemplo:

Imóveis: Será necessário incluir data de aquisição, endereço,  área do imóvel, Inscrição Municipal (IPTU) e registro no Cartório de Imóveis. Desta forma, favor apresentar Escritura dos imóveis e carnê de IPTU.

Veículos: Número do RENAVAM. Apresentar Documento de propriedade do veículo (DUT).

– Contas correntes/aplicações financeiras: CNPJ da instituição financeira, agência e conta. Apresentar Informes de rendimentos financeiros.

Diante das novas exigências solicitamos que providencie a documentação necessária para elaboração da sua declaração IRPF/2018, e nos encaminhe, o mais breve possível, assim como, agende um horário para estarmos analisando conjuntamente sua declaração.

Vamos evitar problemas com o Leão! Conte com o Connect Group também neste momento.

admin

Deixe sua mensagem